Weimar – O Baile


07/11 a 20/01


 

O Baile, de Weimar, obra inédita produzida para a inauguração do CAC W, consiste em um vídeo multicanal, editado a partir dos registros do Grande Baile de Gala, que ocorreu na ocasião das comemorações do Centenário de Ribeirão Preto, em 1956. Há um jogo de sombras que acompanha a instalação, produzido por instrumentos fixados ao teto da sala, que reproduzem uma pequena orquestra desativada. De modo a considerar a obra O Baile pelo silêncio que ela provoca com os objetos exibidos aos pedaços, como se os fragmentos de instrumentos musicais silenciados gerassem um dispositivo para a trama do sensível em sua maior polaridade, promovendo um lugar ambíguo, de deleite e nostalgia simultâneos. E como O Baile expõe fragmentos que invalidam a eficácia dos instrumentos, imerso nas projeções que o acompanham, o visitante é levado a experimentar sua fantasmagoria, marcada pela presença de figuras de outrora que parecem indicar que a dança da vida segue a mesma. As baterias, compostas por bumbos, pratos e caixas, assim como as cornetas e o saxofone solista, todos dão lugar à trilha da obra, composta por trechos de Blue Moon e Moonlight Serenade (Glenn Miller Orquestra), criando a ambientação que convida o visitante a imergir em memórias que se fragmentam e se misturam com melancolia e esperança.